______________________________________

.

.

.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Susques a Salta- Argentina

Susques a Salta- Argentina

Após um café meio improvisado (onde acabamos consumindo nossos restôs), rumamos até Salinas Grandes, distante uns 80 km de Susques.
Café da manhã em Susques - Hostal El Kactus - "matando" o que havia
Salinas Grandes é o salar mais extenso do país, cobrindo uma superfície de 2000km² e que fica entre as províncias de Jujuy e Salta, na Cuesta de Lipán (Ruta Nacional 52 - Paso de Jama). Lá encontramos novamente o grupo de brasileiros motoqueiros, porém, o Billy não estava mais junto, pois seguiu de caminhonete diretamente para Jujuy, no dia anterior, separando-se do restante dos amigos. O problema com sua moto era maior do que se imaginava inicialmente. Que pena! Para ele a aventura acabou aqui!


Artesanato feito a partir de sal e desenhos em pedras.

Miragem
Na descida do caminho até Salta, durante esse dia, acabamos nos encontrando com os motoqueiros diversas vezes, sempre nos cumprimentando e fazendo buzinaço! 
Descida com milhares de curvas

 Diversidade de cores no caminho

Essa ruta também faz parte da Quebrada de Humahuaca

Quase chegando a Purmamarca
A descida da Quebrada foi feita lentamente, não só pela grande quantidade de curvas da estrada, como pelas centenas de fotos tiradas, pois as colorações e visuais oferecidos eram deslumbrantes!  Chegamos em Purmamarca novamente (depois de mais de uma semana e "uma voltinha, logo ali, na Bolívia) e, desta vez, vimos o Cerro de Los Siete Colores com sol!


Aproveitamos para fazer mais algumas comprinhas e nos abastecermos de mais empanadas!

Degustando empanadas num "fundo de quintal"!!

Aí pelas 17h, chegamos a Salta - La Linda, conseguindo hospedagem no Hotel Andalucia, da Consuelo e seu marido Armando, na calle Alberdi,  a poucas quadras do centrão. Na saída para jantar, aproveitamos para conhecer um pouco a vida noturna da cidade, que é agitadíssima!
Cabe aqui um detalhamento importante observado em toda essa região da Argentina: a siesta é levada a sério e entre às 13h e às 17h praticamente todo o comércio está fechado. A vida da cidade só volta, a pleno vapor, depois das 17h30min e daí, segue até às 22h30min ou mais. Tarde da noite se veem famílias inteiras passeando e consumindo, fazendo compras e tomando sorvete.
Por esse motivo, acabamos apelidando nossos hermanos de "morcegos": só saem à noite!!! Há uma justificativa bem plausível para esse costume: o calor intenso que faz entre o meio-dia e às cinco da tarde é MUITO grande! Realmente, o melhor que se tem a fazer e ficar dormindo, junto do ar-condicionado!
Catedral Basílica - séc XIX - em frente a Praça 9 de Julho

Cabildo - Edifício colonial mais antigo da cidade - 1582

Turma reunida nas colunas do Cabildo. Detalhe: estrutura do telhado.
Amanhã tem mais!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato por visitar o ViagemFamilia. Críticas, elogios e quaisquer comentários são desejados, desde que feitos em terminologia ética e adequada.

SE FIZER QUESTIONAMENTOS POR FAVOR DEIXE ALGUMA FORMA DE CONTATO PARA POSSIBILITAR A RESPOSTA, COMO E-MAIL, POR EXEMPLO