______________________________________

.

.

.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Santiago a Viña del Mar - Chile

05 de janeiro de 2013

Logo após o café, 'levantamos acampamento" e, debaixo de muita névoa novamente, seguimos para o litoral pela Ruta 68, aproximadamente 72 km até o entrocamento para Algarrobo, El Quisco e Isla Negra.
Ruta 68, ainda em Santiago
 Nosso primeiro contato com o Oceano Pacífico nessa jornada foi frio... a temperatura em Santiago girava em torno de 26°C e, em Algarrobo, estava em 20°C, havendo a necessidade de se colocar um agasalho por conta do vento. O mar é de um azul turquesa, lindo, com ondas altas acompanhados pelo voo majestoso dos pelicanos! São aves enormes, que voam em bandos sempre em fila, fazendo rasantes sobre a água. Muito legal e interessante vê-los voando!
El Quisco, mais ao sul

Voo dos pelicanos
Seguimos mais uns 10 km ao sul, margeando a praia, até Isla Negra, onde fica uma das casas de Pablo Neruda (1904- 1973) - Prêmio Nobel de Literatura em 1971  e Prêmio Lênin da Paz (1953).
El Quisco

Ao fundo, Isla Negra
Museu Pablo Neruda

Casa onde Pablo Neruda está sepultado 
Optamos por não entrar na casa/Museu e voltamos até o carro, onde conversamos com alguns chilenos, curiosos com nosso trajeto e viagens anteriores. Tiramos fotos, trocamos cartões de visita e facebook e continuamos nosso trajeto, agora em direção norte, até Valparaíso. 
Com Jorge e Suzana
Eram aproximadamente 16 h quando chegamos à Valparaíso, pela parte baixa, próxima ao porto e, dos endereços de hostels e hotéis que havíamos separado anteriormente, não encontramos nada que nos interessasse "ao vivo e em cores"! Assim, seguimos pela beira mar até Viña del Mar e lá, nos hospedamos no Apart Hotel Castelar, por $ 45000 para nós quatro. Como o sol estava alto, demos uma voltinha a pé pela costaneira, vendo casarões e castelos construídos no século passado. 
Castelo Wulff(1905)
Caminhando pela Av. Marina, ao lado do canal do Cassino


Onde está o Marcos? - praia ao lado do Hotel Sheraton

Pelicanos tomando banho de sol, ao cair da tarde
É interessante observar que as pessoas vão à praia vestidas e muitas continuam agasalhadas por conta do vento frio. As águas são gélidas, mas mesmo assim há corajosos meio malucos que tomam banho e curtem o mar. 
Após darmos uma olhada (e fazer umas comprinhas!)num Centro de Artesania, jantamos uma gostosa parrillada chilena, com pisco e acompanhamentos. Tudo uma delícia! Vejam a montanha de carnes!


"Dois amantes felizes não têm fim nem morte,
nascem e morrem tanta vez enquanto vivem,
são eternos como é a natureza."

Pablo Neruda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato por visitar o ViagemFamilia. Críticas, elogios e quaisquer comentários são desejados, desde que feitos em terminologia ética e adequada.

SE FIZER QUESTIONAMENTOS POR FAVOR DEIXE ALGUMA FORMA DE CONTATO PARA POSSIBILITAR A RESPOSTA, COMO E-MAIL, POR EXEMPLO