______________________________________

.

.

.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Rodeo a San Fernando del Valle de Catamarca - Argentina

09 de janeiro de 2014


Após o café em companhia de um gato, fomos a San Jose de Jachal, passando pelo Dique Cuesta del Viento. Pensávamos que a paisagem no dia de hoje fosse cansativa e monótona, porém fomos surpreendidos por Quebradas e estradas sinuosas maravilhosas!


Dique Cuesta del Viento
Pegamos a Ruta 40, sentido norte e passamos por mais uma Quebrada (Cuesta de Miranda) antes de chegarmos a Chilecito, um dos pontos de parada do Dakar. A estrada está parcialmente asfaltada e o trecho que é de rípio é muito estreito e com partes onde passa apenas um carro por vez.


Abastecemos um pouco antes de Chilecito, em Nonogasta, onde compramos um lanchinho e seguimos ao sul, pelas Rutas 74/38, num desvio de 195 km até La Rioja, uma vez que a Ruta que liga Chilecito a La Rioja ainda não está concluída (e seriam apenas 106 km)! 


Ruta 40 - Catamarca

Manifestação para a Difunta Correa - semelhante ao Gauchito Gil
figura folclórica relacionada a milagres
Segundo a lenda, María Antonia Deolinda Correa era uma jovem mulher na década de 1840, que decidiu seguir o seu marido quando este foi recrutado para combater na guerra civil. Levando um bebé recém-nascido nos braços, Deolinda Correa seguiu o progresso do exército argentino durante algum tempo. Quando atravessou a zona desértica em torno da província de San Juan, os mantimentos e água que levava acabaram e acabou por morrer de sede e exaustão. Algum tempo depois o seu corpo foi encontrado e, para espanto dos viajantes, o bebé estava ainda vivo, supostamente graças ao leite que o corpo da sua mãe continuou a produzir, mesmo depois da morte. O evento foi considerado como milagre divino e o local foi assinalado com um pequeno altar. (http://pt.wikipedia.org/wiki/Defunta_Correa)

De lá, seguimos a San Fernando del Valle de Catamarca, mais conhecida apenas por Catamarca, capital da Província, uma cidade de aproximadamente 150 mil habitantes e que está a 500 msnm. 

Paramos no primeiro hotel e conseguimos hospedagem pra nós 4 por $ 305, sem desajuno e com cochera!
A internet só funcionava no corredor, mas o quarto era confortável, com ar condicionado -indispensável, pois o calor estava "pegando"! Saímos pra jantar a duas quadras do hotel, na rua Peatonal e comemos macarronada com molho de carne e fatias de posta branca regadas a Stella Artois gelada! Estava tudo uma delícia!!! Fazendo as contas, pagamos aproximadamente, R$12,50 por pessoa... uma bagatela!
Antes de tomar banho, a Mari teve que compartilhar o espaço do box com uma aranha... nada que o Super Marcão não conseguisse resolver! rsrsrsr

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato por visitar o ViagemFamilia. Críticas, elogios e quaisquer comentários são desejados, desde que feitos em terminologia ética e adequada.

SE FIZER QUESTIONAMENTOS POR FAVOR DEIXE ALGUMA FORMA DE CONTATO PARA POSSIBILITAR A RESPOSTA, COMO E-MAIL, POR EXEMPLO