______________________________________

.

.

.

domingo, 19 de janeiro de 2014

Corrientes - Argentina a Encarnación - Paraguai

11 de janeiro de 2014

Hoje pela manhã estávamos programados pra chegarmos em Posadas, visto que ainda queríamos chegar no Paraguai antes das lojas fecharem, pois é sábado... então, logo após o café da manhã, saímos em direção a Posadas, trecho que já conhecemos e percorremos muitas vezes e que não possui muitos atrativos!!! No mapa, ele parece pequeno, porém são um pouco mais de 300 km, percorridos "margeando" o rio Paraná, passando por barragens e muitos campos de girassóis. A poucos quilômetros, ainda na região de Corrientes, chovia muito e ficamos retidos na rodovia, pois havia acontecido um acidente - sem feridos e nem maiores complicações, uma vez que o carro foi rebocado pra fora da valeta e seguiu viagem.


Chegamos em Posadas perto do meio-dia e depois de abastecermos, fomos gastar nossos pesos argentinos no Hipermercado Libertad, às margens da rodovia. Compramos cervejas, vinhos, alfajjores, refris diferentes,... tudo que somasse os $400 que ainda nos restavam!
Compras feitas, pegamos a avenida costaneira (depois de alguns retornos e acessos errados) e ficamos na fila da aduana, por aproximadamente  1 hora, até apresentarmos nossos documentos. A agente aduaneira despreparada não sabia como proceder os trâmites e nos perguntou diversas vezes onde tínhamos saído do Chile e entrado na Argentina. Quase que a Mari saca o mapa e mostra pra ela!
HG Neumáticos - (hgneumaticos@hotmail.com)

No lado paraguaio, tudo certo e em poucos minutos estávamos na cidade, procurando uma loja de pneus Firestone Destination pra trocar os nossos dianteiros que já estavam com 120 mil km rodados!!!!Assim, paramos em diversas lojinhas até encontrarmos a loja do Hugo, onde os pneus substituídos, montados, balanceados saíram pela bagatela de 1.180.000 G$, o que equivale a, aproximadamente, R$ 580,00.
Serviço pronto, já eram mais de 16h30min e não haveria tempo de chegarmos a Ciudad del Este antes do anoitecer, assim resolvemos pernoitar em Encarnación.
Rio Paraná, ao fundo Ponte Internacional  San Roque González de Santa Cruz
Molino San José (1938) - manteve-se ativo até 1989
Fomos passear na avenida Costaneira e nos surpreendemos com a boa infra-estrutura existente no local. Muito bem urbanizada, a praia fluvial possuindo quiosques, lojas, caixa automático, banheiros públicos, enfim, demais conveniências que suprem as necessidades dos moradores e turistas que frequentam o local. Passeamos pelo calçadão, admirando o Rio Paraná, as construções antigas e o povo que frequenta a praia todo vestido, inclusive alguns tomam banho com roupa!


Encontrar pouso não foi tarefa fácil, apesar da grande quantidade de hotéis existentes, pois nos finais de semana, a praia enche (de argentinos, paraguaios e nós!).
Depois de inúmeras tentativas frustradas, chegamos ao Colonial  Hostel (colonialhostelencarnacion@gmail.com e www.facebook.com/colonialhostelencarnacionparaguay), do casal Marcela e Mario, ela falando muito bem o português, pois já morou no Brasil. Marcela foi extremamente solícita e ligou pra muitos amigos, donos de pousos pra tentar uma vaga pra nós... no final, conseguiu um apartamento mobiliado de frente "pro mar", da amiga Alícia que possui ONG voltada aos direitos e proteção da mulher, e fechamos o local por 100.000 G$  (um pouco mais de R$ 50,00) por pessoa. Barato não foi, mas era o que tinha na ocasião!
Com Mário e Marcela, no Colonial Hostel
Fizemos amigos e acabamos trocando endereços virtuais, conversando com Marcela e Mário por um bom tempo; são pessoas maravilhosas, com as quais certamente continuaremos mantendo contato! Eles nos contaram muitos aspectos da história do Paraguai que desconhecíamos sobre a colonização do leste europeu com predominância da Polônia, Ucrânia e Rússia na região por conta da Guerra do Chaco, ocorrida logo após da Guerra do Paraguai.

Amizades feitas, endereços trocados, seguimos ao tenedor libre America Churrascaria, onde pagamos por pessoa 40.000 G$ (R$ 20,00) que incluía farto buffet de saladas e pratos quentes além das carnes assadas! Nos fartamos a moda brasileira (o dono é brasileiro), com direito a pão de queijo e sobremesa (sorvete artesanal free).
Alimentados, seguimos lentamente para casa e, antes de dormirmos, ainda assistimos um pouco de TV.
Vista noturna da Costaneira

Vista diurna


5 comentários:

  1. Oi, muito legal sua viagem, tenho uma pergunta. Em Possadas e Encarnacion, existem shoppings e lojas de boa qualidade como a que encontramos em Cidade de Leste? Tipo lojas de maquiagem, perfumes, roupas, etc...

    Muito obrigado e parabéns pelo site

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela tua visita ao nosso site amigo Ludiero. Posadas e Encarnacion tem lojas para compras em geral, mas não como Ciudad del Este. São lojas menores e poucos Shoppings. Alí vale a pena a compra de pneus, produtos para casa etc. De qualquer modo os preços são bem menores que no Brasil. Pesquise e pechinche sempre!
      Grande abraço.
      Viagem Familia.

      Excluir
  2. Oii, adorei sua postagem! Gostaria de visitar Encarnación e Posadas com minha mãe e irmã de 5 anos... vc tem o contato desse hotel que vc acabou ficando ? foi bom ? agradeço a ajuda! abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Felipe, conforme texto na postagem acima , alí tem o nome do Hotel e o contato da Marcela, dona do hotel. Eles tem Facebook e email. Veja alí acima os endereços.
      Grande abraço.
      Marcos
      Viagem Familia

      Excluir
  3. Muito legal os relatos de vcs! Gostaria de ir em Janeiro pra Encarnación e Posadas com minha mãe e irmãzinha.. vamos de ônibus. Vc tem o contato do hotel q vc ficou? Foi boa a estadia? Agradeço a ajuda! Abraço

    ResponderExcluir

Grato por visitar o ViagemFamilia. Críticas, elogios e quaisquer comentários são desejados, desde que feitos em terminologia ética e adequada.

SE FIZER QUESTIONAMENTOS POR FAVOR DEIXE ALGUMA FORMA DE CONTATO PARA POSSIBILITAR A RESPOSTA, COMO E-MAIL, POR EXEMPLO