______________________________________

.

.

.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Relatório final de despesas e Dicas Atualizadas da Argentina e Chile

Traçado base de nossa viagem 2013/2014: Argentina e Chile
Após 29 dias rodando por 4 países diferentes (Brasil, Argentina, Chile e Paraguai), percorremos 10.230 km, perfazendo um total de gastos de R$ 10.698,10 isto é, gastamos, em média, R$ 1,05 por quilômetro rodado. 
Esta média vem se mantendo há anos e é uma boa forma de saber previamente quanto é necessário numa viagem de carro sem desperdícios, mas também sem deixar de fazer tudo que nos atrai. Nas nossas viagens nos últimos anos sempre temos feito planilha de gastos e a repetição dos custos já é rotina e por isso informamos sem medo de errar de que uma viagem confortável pode ser feita com um custo aproximado de R$ 1,00 por quilômetro rodado, isso para quatro pessoas.  Claro que isso pode variar conforme a vontade do viajante, mas é um cálculo feito para se ter uma base.
Assim, em números gerais, temos:
  • 29 dias de estrada
  • R$ 368,90 por dia
  • R$ 92,22 por pessoa, por dia (U$ 39)
  • 898 litros de combustível(diesel)
  • média de consumo: 11,4 km por litro

Verifica-se que os gastos com hospedagem e alimentação se equilibram,
 uma vez que somos 4 pessoas
Usamos a cotação do dia 22/jan/2014, em que:

R$ 1,00 = P$ 2,93 (Argentina)
R$ 1,00 = $ 238,60 (Chile)
R$ 1,00 = G$ 1963,48 (Paraguai)

U$ 1 = R$ 2,36


                                        DICAS GERAIS ATUALIZADAS - ARGENTINA


* Atualmente a Argentina é um destino recomendado para turismo pelo baixo custo e grande desvalorização do Peso Argentino.
Na data de 24/01/2014, no câmbio paralelo praticado perto das fronteiras entre o Brasil e a Argentina, o U$ Dollar estava sendo comercializado a P$ 12 (doze pesos). O Real estava sendo comercializado a P$ 5 (cinco pesos) - que é um valor bem superior ao câmbio oficial praticado em bancos e casas de câmbio. Nossa recomendação é, então, trocar o dólar e o real nas fronteiras, tomando sempre cuidado com falsificações.
Nota: O dinheiro argentino está sendo substituído por novas notas, então fique esperto.

* Aproveite para conhecer as famosas vinícolas argentinas tanto na conhecida Província de Mendoza quanto na menos conhecida de Salta e comprar excelentes garrafas de Malbec, Torrontés, Cabernet Sauvignon entre outras a preços extremamente convidativos. Na Patagônia também se encontram ótimas vinícolas e vinhos. Também as azeitonas Arauco (nativas do país) e azeites extra-virgens argentinos de qualidade são boas pedidas.

* Reforçando a conhecida qualidade indiscutível  e sabores variados da culinária argentina, ressaltamos os famosos alfajores tanto da Província de Córdoba (região de Carlos Paz) quanto da Província de Mendoza. Esses alfajores possuem recheios, massa e coberturas variados para todos os gostos e são todos deliciosos! Desnecessário repetir,  mas importante, não esquecer de experimentar as empanadas que são encontradas por todo o país. Sabores multiplicados, sensações nunca mais esquecidas!
Por toda a Argentina encontra-se a tradicional parrilla (churrasco argentino). A tradicional às vezes pode não agradar a todos por conter miúdos de boi e porco, mas se preferir, com uma boa conversa no restaurante escolhido, é possível substituir alguns itens por pollo (frango) ou rês (gado).

* Na região norte da Argentina há problemas de abastecimento de combustível e também em muitos locais não são aceitos cartões de crédito/débito (tarjetas). Isso aconteceu principalmente nos postos da YPF e, por esse motivo, acabamos procurando abastecimento em outras bandeiras de combustível. Fique esperto e tenha em mãos uma reserva de pesos, dólares ou até mesmo reais que são bem aceitos em muitos locais.
Na hora do saque em caixas automáticos (cajeros) é limitada a quantia em P$ 1.000 por saque. Se precisar, faça saques sucessivos, lembrando que você vai pagar taxas por estes saques.
Atualmente tanto cartões pré-carregados (Money Gram), Cartões de Crédito ou Débito, todos pagam taxas de até 6,38% de juros! Coisas da nossa política monetária mal administrada!

* Atualmente nas aduanas argentinas também está sendo feito o controle fitossanitário, da mesma forma que no Chile. Então não estranhe se confiscarem alimentos, frutas, embutidos entre outros. Procure levar apenas alimentos industrializados e lacrados ou esconda muito bem qualquer coisa que considerar importante. Também é indispensável levar no veículo muito líquido (água), pois de dezembro a março, principalmente do centro para o norte do país,  as temperaturas são altíssimas chegando a mais de 50°C. Recomendamos ter no veículo aqueles garrafões térmicos de 3 ou 5 litros para manter o frescor da água.

* Não esqueça de acender os faróis do veículo sempre que trafegar em rodovias! É lei e passível de multa. Procure manter uma velocidade adequada em torno de 100 km/h, apesar da falta de sinalização regulamentadora por todo o país. Nunca esquecer de fazer a Carta Verde (seguro internacional), pois em caso de fiscalização é o primeiro documento que será solicitado.

* Não se deixe levar pela conversa dos policiais argentinos querendo descobrir "irregularidades" no seu veículo! Seja correto e firme, argumentando e cumprindo a lei, mas de forma nenhuma pague propina, nós nunca pagamos em todos os anos que viajamos pela América do Sul. Procure junto aos consulados da Argentina, a relação de itens obrigatórios, documentos e exigências necessárias para trafegar pelo país, apresentando-o se alguma autoridade que fizer dificuldades.  Se eles insistirem exija a lavração de uma multa oficial que deve ser paga em bancos oficiais, assim desestimula a corrupção.

* Fuja do lugar comum e aventure-se por Províncias e cidades não tão conhecidas e badaladas! O país oferece uma enorme diversidade de paisagens e opções de atrações que são pouco conhecidas do público em geral. Pesquise províncias e cidades que podem estar no seu roteiro e surpreenda-se com o que você vai descobrir de diferente e bonito. Todas as vezes que visitamos a Argentina, procuramos caminhos alternativos e nunca nos decepcionamos.


DICAS GERAIS ATUALIZADAS - CHILE


  • Aqui também o uso de faróis acesos para trafegar em rodovias nacionais é obrigatório! O controle da velocidade máxima também é bastante observado, portanto trafegue a 100 km/h, com farol aceso e NUNCA, jamais ofereça propina para os guardas, no caso de alguma irregularidade, pois no Chile a prisão é imediata, com julgamento e tudo o mais!!
  • O custo de vida chileno é muito parecido com o brasileiro! Já faz muitos anos que o país goza de estabilidade econômica e tanto a alimentação quanto a estadia permaneceram inalterados ao longo do tempo!
  • Este ano está se festejando o Bicentenário da Batalha de Rancagua (uma das mais importantes do país-travada entre o Chile e a Espanha-Guerra pela Independência) e por esse motivo há obras públicas acontecendo por todo o país. Verifique as cidades e atrações que deseja visitar com antecedência, pois em muitos deles, por motivo das obras, não está permitido o acesso!
  • A capital Santiago oferece muitas opções de lazer e atrações turísticas. Recomendamos visitar o centro e arredores a pé (ou de metrô), deixando o carro na garagem. Adquira o Guia Turistik encontrado por toda a cidade. Nele você encontrará mapas, destinos, custos e dicas de passeios, que você poderá fazer nos ônibus de dois andares com a marca Turistik ($ 18.000 por pessoa com direito a quantas paradas quiser) (www.turistik.cl). Imperdível uma visita ao Mercado Central de Santiago onde estão localizadas inúmeras lojas de alimentos e também os mais famosos restaurantes, inclusive pode-se degustar a famosa centolla.(www.dondeaugusto.cl). Preste muita atenção ao prato pedido no cardápio e confira tudo o que solicitou, se preciso anotando os valores. Essa recomendação é pelo fato do intenso movimento local que pode gerar alguma confusão nos pedidos solicitados, fique esperto.
  • Indo ao Chile, é quase obrigação visitar o litoral, particularmente Valparaíso e Viña del Mar. Esta última tem fama de ser cara pois é o balneário mais famoso do Chile. Nós nos hospedamos lá a poucas quadras da praia, no centro e achamos um apart-hotel com preço bem convidativo ($ 45.000 para 4 pessoas com garagem). Toda a costa que percorremos é muito bonita com belas cidadezinhas e praias. É fácil conseguir hospedagem em todas elas, apesar de estarmos em temporada de férias. Vá sem pressa por estradinhas e cidades costeiras e descubra coisas surpreendentes.
  • A bebida típica do Chile é o Pisco, rivalidade disputada com o Peru. Então se estiver na região de La Serena (500 km ao norte de Santiago) não deixe de conhecer as famosas pisqueiras (bodegas de pisco) localizadas no Vale do Rio Elque, com destaque para a cidade de Vicuña.

  No mais, aproveite, divirta-se muito, converse com os moradores das cidades e você vai se surpreender com quanta coisa podemos aprender numa viagem. Até a próxima!

2 comentários:

  1. fiquei impressionado com a sua história. Quero fazer uma viagem dessas com a minha familia, mas como é a primeira vez estou receoso, pois, os meus amigos dizem que isso é loucura e que se o carro estragar nao tem como consertar, que a cordilheira é muito perigosa (quero ir depois do carnaval 2015) etc.
    estou planejando ir para o chile, passando pelo paraguai (guaira), argentina.
    Como fazer com os meus gastos diarios???
    postos de gasolina são faceis de achar nas estradas do paraguai e argentina????
    o nosso dinheiro é bem aceito nas cidades do interior paraguaio e argentino???
    qual gasolina devo usar no meu carro??? - ele é gsolina

    obrigadão e se puder me dar algumas dicas a mais ficarei imensamente grato. Quero ter o prazer dessa aventura com a minha esposa e filhos.

    arthur knaip

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita ao nosso site/blog amigo Artur. Mande teu email para viagemfamilia11@gmail.com com as tuas dúvidas e vamos te passar todas as dicas necesárias.
      Grande abraço do Viagem Familia.

      Excluir

Grato por visitar o ViagemFamilia. Críticas, elogios e quaisquer comentários são desejados, desde que feitos em terminologia ética e adequada.

SE FIZER QUESTIONAMENTOS POR FAVOR DEIXE ALGUMA FORMA DE CONTATO PARA POSSIBILITAR A RESPOSTA, COMO E-MAIL, POR EXEMPLO