______________________________________

.

.

.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Circuito Paraguai-Turismo


Estrada entre Reserva e Casimiro de Abreu

04 de janeiro de 2011
Barra Velha (SC) a Guaíra (PR)

Decidimos entrar o ano fazendo uma das coisas de que mais gostamos: VIAJAR!!!!
Dessa vez, nosso roteiro será dividido em duas etapas: nessa primeira iremos conhecer o Paraguai, muito além do mundo das compras!
Fazendo pesquisa básica, descobrimos que o país tem muitas histórias, cultura, belezas naturais e curiosidades e é em busca delas que nós vamos!
Para unir o útil ao agradável, subimos até Guaíra, no Paraná, para visitarmos nosso compadre que se mudou recentemente, para dali, seguirmos à Assunção.

1º dia: depois de muita fila e perda de tempo, consequências dos feriados de final de ano, conseguimos chegar à Curitiba e, depois de algumas pendências, seguimos, aí pelas 13h, até o nosso destino.
 
Plantações de soja a perder de vista

Para fugirmos dos intermináveis e caríssimos pedágios da BR 277 (sentido: Cascavel) fomos cortando pelo interior, passando por Reserva, cidade onde nasceu Hary, o pai do Marcos. Dali, seguimos por centenas de quilômetros ladeados por soja, milho e... mais soja!!!
Portal da cidade de Reserva - PR

Muitas curvinhas depois, mais algumas lombadinhas e chegamos à Guaíra às 21h35min. Verificamos que a distância registrada pelo GPS não correspondia à realidade, pois fizemos caminho alternativo e, com isso, ganhamos 150 km (1h30min a mais) e R$ 40,00 de lucro (para comprar umas cervejas paraguaias).

Obs.: Cumpre citar que as estradas por onde passamos estavam em excelente estado de conservação, mesmo sendo estreitas. Sua importância no escoamento da produção é fundamental, portanto, há investimentos no setor!

Pizzas em Guaíra- Renato, Larissa, Matheus, Danilo, Doug, Nati, Marcos e Mari

2º dia: acordamos preguiçosamente aí pelas 8h30min e, juntamente com os filhos do Rê, Danilo (10) e Matheus (13), seguimos até a divisa. Passamos pela aduana paraguaia, “coisa linda” (um ranchinho de 3m por 4m), bem parecida com a que encontramos na Bolívia rsrsrsrsrsrsrsr.
Já no Paraguai, fomos ao shopping América onde o compadre tem loja. Aproveitamos a manhã e uma parte da tarde para fazer compras e retornamos para Guaíra para organizar e preparar a janta.
Curiosidades:
1 – Abastecemos no Paraguai e aqui, por ser perto da divisa e época de férias, o preço estava equivalente ao do Brasil (R$ 1,97 o litro do diesel).
2 – Os mercados e comércio em geral de Guaíra fecham às 18h. Um problema para quem trabalha no país vizinho, pois além do fuso horário (1 hora a menos em relação ao nosso país) ainda há a desvantagem de se chegar em casa sempre tarde!

Guaíra é uma cidade fronteiriça, com porto fluvial, localizada na divisa PR/MS e serve de apoio para quem vai fazer compras na cidade de Salto del Guayra, com acesso por balsa ou pela ponte Ayrton Senna, com 3800m de extensão. Possui 40 mil habitantes, aproximadamente.


Ponte Ayrton Senna PR/MS - 3800 m de estensão

Mari e Marcos com Renato e Larissa - Shopping América


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato por visitar o ViagemFamilia. Críticas, elogios e quaisquer comentários são desejados, desde que feitos em terminologia ética e adequada.

SE FIZER QUESTIONAMENTOS POR FAVOR DEIXE ALGUMA FORMA DE CONTATO PARA POSSIBILITAR A RESPOSTA, COMO E-MAIL, POR EXEMPLO