______________________________________

.

.

.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Buenos Aires - Família LEP


Casa Rosada
 Buenos Aires - FAMÍLIA LEP
18/01/2010

O café do Hostel Suítes Floridas é tão bom quanto seu atendimento. Pegamos as mochilas, as máquinas fotográficas, e fomos bater perna.


Estivemos em Buenos Aires em 1992 na nossa lua-de-mel. Naquela época a Argentina era um destino um pouco caro (só fomos porque os preços das passagens aéreas estavam excelentes). Lembramos, com carinho, dos lanches feitos no hotel com queijo, salame e vinho para não pagar os preços proibitivos dos restaurantes.

Dessa forma optamos por caminhar por uma parte do centro, preterindo a outra parte que já havíamos conhecido em 92 (Av.9 de Julho, Av 25 de Mayo e Praça San Martin). Primeira parada: catedral de Buenos Aires. O Pedro curtiu bater uma foto do Mausoléu com os restos do herói libertador argentino: o Gnral. San Martin. Isto porque lá ficam dois guardas “estátuas” cuidando do local. A igreja possui uma mistura louca de estilos arquitetônicos.

Passamos então para conhecer de dia a Casa Rosada, a Praça de Mayo (palco de importantes manifestações na estória turbulenta da Argentina), e caminhamos em direção ao Bairro Santelmo pela rua Defensa. Ainda no bairro de Montserrat conhecemos o “Museu de La Ciudad” (segunda-feira é grátis!) : um museu com objetos da história de Buenos Aires, de seus habitantes e seus costumes.

Rua da Defensa

SanTelmo é local da boemia da cidade, nele encontram-se cafés, bares e inúmeros casarões restaurados. Na esquina da rua Defensa com a rua Chile tirarmos uma foto com a novíssima estátua da “Mafalda”: uma personagem de histórias em quadrinhos (criada pelo cartunista argentino Quino) que é uma criança contestaria que recusa o mundo tal qual ele é. Valeu o dia ! (na esquina uma loja vendia lembranças da personagem! Oba!). Depois fomos no Dorrego Bar na praça de nome igual. Lá comemos uns sanduíches espertos, num ambiente com fotos de Carlos Gardel, Marilyn Monroe, etc. O Bar é muito legal. Objetos antigos dão o clima do lugar! O Garçon nos atendeu com atenção e educadamente explicou como deveríamos fazer para alcançar o estádio do Boca Juniors, já que o Pedro gostou muito da idéia de conhecê-lo.

Caminhamos a pé pela Av.Collon até o bairro da Boca. Lá fomos diretamente para o estádio para uma visita guiada do clube que começaria as 17 horas. Como era 16:20 ainda dava tempo de conhecer o museu do clube, e a sala de troféus. Quando o tour começou mais de 70 pessoas acompanharam o guia pelos inúmeros lugares do estádio. Foi muito legal. O Pedro adorou tudo, principalmente entrar no gramado e tirar uma foto com a taça “Libertadores da América” literalmente na mão !!!!!



Depois pegamos um táxi e fomos até o “caminito” que ficava bem próximos do estádio (recomendaram para nós irmos de táxi pois o bairro depois da 18 horas tem problemas com assaltos etc). O Taxista “Miguel Ângelo” era um louco: quase atropelou uma moto e dois carros no caminho. Ficou nos esperando, e nos deixou na volta em “Puerto Madero” mas antes disso passou pela parte pobre do bairro “La Boca” pois era River Plate fanático e queria nos mostrar que a Boca não era feita só de coisas boas. Foi triste ver cantinas fechadas e alguns miseráveis pelo bairro.

Em Puerto Madero, caminhamos despreocupadamente, e depois iríamos a um show de tango, mas um verdadeiro temporal nos pegou de surpresa. Decidimos então pegar outro táxi, que nos deixou no ponto de metro da calle Florida, onde prosseguimos para o shopping “Abasto” (tem uma estação conectada com o shopping). Fizemos umas compras e retornamos para o Hostel (que fica também do lado de outra estação), mas sem antes parar no Burger King da esquina da Av.Corrientes e comer uma saladinha ...

LEP em Buenos Aires

Buenos Aires é uma cidade fantástica com inúmeras opções para o visitante. Conhecê-la é coisa para mais de 10 dias! Centro, La Boca, Puerto Madero, Tigre, Palermo, Recoleta, tudo é muito bonito e majestoso. Foi bom revê-la e ter conhecido mais um pouco da cidade depois de 15 anos! Novamente não fomos ver um show de Tango (embora o Ricardo, nosso colega de trabalho tenha insistido com tanta veemência antes de partirmos), mas sem dúvida, retornaremos.

Buenos Aires, Até Breve!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato por visitar o ViagemFamilia. Críticas, elogios e quaisquer comentários são desejados, desde que feitos em terminologia ética e adequada.

SE FIZER QUESTIONAMENTOS POR FAVOR DEIXE ALGUMA FORMA DE CONTATO PARA POSSIBILITAR A RESPOSTA, COMO E-MAIL, POR EXEMPLO