______________________________________

.

.

.

domingo, 3 de janeiro de 2010

Futaleufú a Coyhaque (Chile)

Futaleufú a Coyhaque (Chile)
03 de Janeiro de 2010

Após o café coletivo na Cabaña número 1 (eram duas cabanas), seguimos em direção a La Junta para abastecer. A ruta (estrada) é de rípio e está toda esburacada!


Todo cuidado é pouco! Vimos muitos rios de degelo com água verdinha e seguimos acompanhando o rio Futaleufú durante grande parte do trajeto de 150 km (Futaleufú é mundialmente conhecida por ser um polo de rafters e kayakers) até chegarmos em La Junta, já na famosa Carretera Austral (la Ruta 7 chilena).


As paisagens são bonitas, porém a estrada cobra seu preço! A velocidade média é de no máximo 40 km/h.

Ao abastecer, encontramos mais alguns malucos brasileiros, desta vez de São Paulo! Fomos ao Ventisqueiro Colgante (um glacial pendurado no abismo dentro do Parque Nacional Queulat) e depois de uma hora e vinte e cinco extenuantes minutos de subida, debaixo de chuva, chegamos ao mirante!!!


Foi um pouco frustante não ver o glaciar milenar, que estava encoberto, porém a caminhado foi ótima e a companhia melhor ainda. Foi um PPI (Puta Programa de Índio Mapuche).

Aí pela 19 horas saímos do ventisqueiro e seguimos mais 200 km até Coyhaque na continuação da ruta 7 (com uma estrada de rípio cheia de buracos, e curvas, e depois um asfalto maravilhoso).



Chegamos tarde e sem reserva! Já na entrada da cidade, próxima a prefeitura, encontramos o hotel "Los Ñires", onde nos foi indicado local para jantarmos! Nisso já eram 23h15min!

Jantamos num restaurante café, bem turístico e super bacana, ao lado da praça principal da cidade - curiosidade: a praça é pentagonal !



Voltamos para o hotel para negociar nossa estadia... Já era 1 da manhã !

Boa noite!

Um comentário:

  1. Viu, não é só no Brasil que temos estradas cheias de buracos!! Viva a América Latina!!
    Boa viajem!! Estou acompanhando o blog todos os dias!

    ResponderExcluir

Grato por visitar o ViagemFamilia. Críticas, elogios e quaisquer comentários são desejados, desde que feitos em terminologia ética e adequada.

SE FIZER QUESTIONAMENTOS POR FAVOR DEIXE ALGUMA FORMA DE CONTATO PARA POSSIBILITAR A RESPOSTA, COMO E-MAIL, POR EXEMPLO