______________________________________

.

.

.

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Morteros a Villa Carlos Paz - Córdoba

29 de dezembro de 2013
Miramar, com Laguna Chiquita
Hoje, finalmente começa nossa viagem!!! Até agora foi muita estrada, muita paisagem e poucas atrações e assim, dois destinos a conhecer: Laguna Chiquita que acessaremos pela cidade de Miramar, situada ao sul da mesma e a Estância (Missão) Jesús Maria, situada a, aproximadamente, 40 km a norte de Córdoba.

Saímos do Hotel Constantino com chuva - que se prolongou durante toda a noite, acompanhado de vento, relâmpagos e trovões, o que acabou sendo bom, pois refrescou a temperatura que ficou em torno de 20°C.
Compramos suco e frios no mercado da esquina, pois as panificadoras estavam fechadas, pois é domingo!
Rodamos uns 90km e chegamos a Miramar, onde fica a Laguna Chiquita.

Área destruída pela última grande inundação (década de 1980)
 Miramar é uma cidade balneária que possui lojas, restaurantes, artesanatos variados, lanchonetes e muitos hotéis... enfim, toda a infra-estrutura básica para atender a crescente quantidade de empreendimentos imobiliários de alto nível que vem se instalando ao redor da laguna. A laguna é famosa por suas águas extremamente salgadas e sulfurosas que possuem propriedades medicinais.

Curtindo uma prainha
Chegamos lá e após passarmos pelo centro de informação turística resolvemos percorrer a costaneira em toda a sua extensão. Lá se encontram diques de contenção das águas e um belo calçadão urbanizado às margens da lagoa, onde muitos praticam caminhada e corrida. O local foi reconstruído depois de uma grande enchente, na década de 1980, quando a maior parte do povoado foi inundado.

Aproveitamos para comprar lembrancinhas e alfajores, além de cervejas artesanais e, ao voltarmos ao carro, fomos abordados pelo José, morador de Morteros, que tinha nos visto em sua cidade. Ele nos contou algumas particularidades da cidade de Miramar e, mais especificamente, a história do famoso Grande Hotel Viena*.
Vista do Grande Hotel Viena

Ruínas do Hotel - a água chegou até a altura do fim da primeira janela
Assim, seguindo as dicas do José, fomos procurar as ruínas do tal hotel, situado a aproximadamente 1 km de onde estávamos. Ao lá chegarmos, a má notícia, pois a visitação guiada havia se encerrado e apenas haveria outro grupo à tarde (às 17h). Ana Lia, a recepcionista, muito gentilmente permitiu nossa entrada, sem pagamento de ingresso ($25 por pessoa) de forma que pudéssemos conhecer e fotografar o local, ainda nos cedeu um guia com a história e peculiaridades da construção e seus idealizadores.
 Depois de 1 hora de muitas fotos e conhecendo as ruínas e aposentos do hotel saímos e nos dirigimos ao centrinho da cidade, onde almoçamos num restaurante beira mar?lago?
Nesse restaurante experimentamos diversos pratos da culinária local e argentina, com preço bom e justo!
Cozinha destruída

Um dos banheiros

Pátio interno


* A história do Grande Hotel Viena se inicia nos idos de 1936, quando a família Palhke vem a Argentina para tratar de negócios e aproveitar para resolver os problemas de saúde de sua família nas águas medicinais de Miramar. A filha sofria de asma e o filho, de psoríase.
O Hotel foi construído entre 1940 e 1943, com muito luxo e requinte, contando com comodidades e tecnologia até então inéditas e desconhecidas de toda a região. Contava com sistema de calefação em todos os quartos, iluminação elétrica durante 24h e elevadores. Conta uma das lendas que ao fim do ano de 1946 o Hotel foi visitado por uma figura ilustre, que fechou todo o estabelecimento para si e seus convidados. Dizem que esta figura ilustre foi Adolf Hitler!
Para mais informações, sugerimos que acessem: facebook/viena miramar.

Área onde ficavam as piscinas do Hotel!


Almoçando no centro de Miramar
A Laguna Chiquita surgiu a aproximadamente a 50 mil anos atrás através de uma falha geológica que elevou suas bordas gerando um dique natural que fechou as saídas dos rios Dulce (ao norte), Primeiro e Segundo (ao sul) que antes desembocavam no Rio Paraná.
A origem de suas águas salgadas se deve a grande concentração de minerais em suspensão da água dos rios supra citados (uma vez que suas águas evaporam), desmistificando a origem de que o lago era anteriormente um mar interno. Sua profundidade média não ultrapassa 1m, porém há locais em que tem uma profundidade de 7m.
Atualmente a Laguna Chiquita é um conhecido ponto turístico que atrai principalmente moradores de Córdoba e outras cidades da região para esportes náuticos, lazer e contemplação. Para maiores informações, acessem: www.promarchiquita.com.ar

Ponte e cruz de Jesús Maria


Seguindo pela Ruta 17 e posteriormente, a Ruta 9, percorremos aproximadamente 170 km até a Estância Jesús Maria, localizada na cidade de mesmo nome (50 km ao norte de Córdoba). Esta Estância é uma Missão Jesuítica do séc XVII, e é diferente das outras missões que já visitamos, pois não objetivava a catequização de ninguém! Sua função era produção de vinho e frutas de forma comercial, sendo que a produção de vinho chegou a  48 mil botellas, no seu auge. Há um museu no local, cujo ingresso é de $15 por pessoa, com muitos detalhes e informações de época. Muito interessante e cultural, com acervo bastante grande e variado, que explica todo o processo de vitivinicultura desenvolvido na estância, bem como objetos e obras de arte variadas de diversas épocas. Detalhe a citar: os padres jesuítas dessa missão mantinham escravos (150, aproximadamente), entre negros e indígenas, para executarem as tarefas necessárias para a estância.
Estância Jesús Maria - séx XVII



Vista frontal da igreja

Um dos locais de moagem de uvas

Lago no jardim da Estância


Daqui, optamos para seguir direto a Villa Carlos Paz, "pulando" a cidade de Córdoba de nosso roteiro original. Encontramos com facilidade hospedagem às margens da rodovia, e optamos pelo hotel Las Lajas. Uma ótima escolha, tanto pela acesso fácil, quanto pelas instalações e com duas belas piscinas, que aproveitamos a vontade!



Jantamos num delivery, com comida muito saborosa a duas quadras do Hotel, degustando massa, frango, salada variada e batata frita, regadas a Quilmes e Fanta Diet! Tudo perfeito num dia perfeito!!!!
Até amanhã!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grato por visitar o ViagemFamilia. Críticas, elogios e quaisquer comentários são desejados, desde que feitos em terminologia ética e adequada.

SE FIZER QUESTIONAMENTOS POR FAVOR DEIXE ALGUMA FORMA DE CONTATO PARA POSSIBILITAR A RESPOSTA, COMO E-MAIL, POR EXEMPLO